Skip to main content
O Grupo Moreno possui três engenhos açucareiros com capacidade de moagem de 13 milhões de toneladas por safra / Bigstock
O Grupo Moreno possui três engenhos açucareiros com capacidade de moagem de 13 milhões de toneladas por safra / Bigstock

Grupo Moreno se protege de uma eventual execução de dívidas em São Paulo

Apresenta pedido de recuperação judicial junto a tribunal
por Ingrid Rojas
publicado em28/10/2019

O produtor brasileiro de açúcar e etanol, Grupo Moreno, do Brasil, solicitou proteção junto ao foro de São Simão, no Estado de São Paulo, face a uma eventual execução de dívidas por 449 milhões de dólares (1,8 bilhões de reais ao 28 de outubro), a metade destas com bancos.

Felsberg Advogados assistiu à companhia no pedido de recuperação judicial que se concretizou no 18 de setembro. O escritório de advogados indicou que o objetivo desta reestruturação é um acordo de fusões e aquisições que, idealmente, envolverá todo o grupo e não só algumas unidades de produção isoladas.

Fundado em 1959 como uma empresa de fabricação de equipamentos para processar cana, o Grupo Moreno possui três engenhos açucareiros em Monte Aprazível, Planalto e Luís Antônio, no Estado de São Paulo, com capacidade de moagem de 13 milhões de toneladas por safra.

Com esta medida, o Grupo Moreno busca proteger suas plantas logo do fracasso de negociações com bancos credores e com potenciais compradores de suas unidades industriais, segundo a publicação A Voz Regional. A empresa se enfrenta à queda do preço internacional do açúcar e a um aumento dos custos de produção, ao que se soma o fato de que desde 2015, não acede a financiamento bancário.

A medida busca proteger a todas as empresas do grupo - Moreno, Monte Aprazível e Coplasa - e a certos produtores rurais, indicou a publicação Consultor Jurídico em uma resenha.


Assessores legais

Assessores de Grupo Moreno:

  • Felsberg Advogados: Sócios Thomas Benes Felsberg, Fabiana Solano e Clara Azzoni. Associado sênior Thiago Dias Costa. Associados André Drumon e Fernanda Athanagildo.

Una-se à discussão!

HTML Restringido

  • Allowed HTML tags: <a href hreflang> <em> <strong> <cite> <blockquote cite> <code> <ul type> <ol start type> <li> <dl> <dt> <dd> <h2 id> <h3 id> <h4 id> <h5 id> <h6 id>
  • Lines and paragraphs break automatically.
  • Web page addresses and email addresses turn into links automatically.