Skip to main content
A Azuma Kirin produz e comercializa saquê / Unsplash
A Azuma Kirin produz e comercializa saquê / Unsplash

Japonesa Kikkoman compra Azuma Kirin do Brasil

O valor da negociação não foi revelado.
por Ingrid Rojas
publicado em28/05/2020
Compartilhar

A corporação japonesa de alimentos e bebidas Kikkoman comprou todas as ações da Azuma Kirin, a empresa brasileira do mesmo setor, por um valor não revelado.

O escritório Nagashima Ohno & Tsunematsu - Japão (Tóquio) aconselhou a Kikkoman como compradora. A firma GVBG Advogados (Brasil), atuou nas áreas de fusões e aquisições, resolução de disputas e questões antitruste e tributárias.

O escritório TozziniFreire Advogados (São Paulo) apoiou a Azuma Kirin e a Kirin Holdings, como vendedoras.

Nossa equipe soube que a firma Momo-o, Matsuo e Namba (Japão) também interveio em nome da Kirin Holdings, mas a firma não respondeu aos nossos pedidos de informações.

Em seu site, a Azuma Kirin informou que suas linhas de produtos passam a ser Kikkoman.

Fundada em 1966 em São Paulo, a Azuma Kirin comercializa bebidas e alimentos. A empresa nasceu para atender a colônia japonesa no país com o saquê, uma das mais populares de seu portfólio. A Azuma fornece uma série de alimentos da gastronomia japonesa, como soja, missô, saquê culinário e arroz. Hideyuki Ozaki era um de seus proprietários.


Assessores jurídicos

Assessores da Kikkoman Corporation:

Nagashima Ohno & Tsunematsu – Japón (Tokio): Socio Kei Okubo.

GVBG Advogados (São Paulo): Socios Fernando Gentil Monteiro, Pedro Vicentini y Rodrigo Gil. Asociado Victor Daldegan De Rossi.

Asesores de Azuma Kirin y Kirin Holdings Company:

TozziniFreire Advogados (São Paulo): Socios Jun Makuta y Pablo Meira Queiroz. Asociados Ricardo Campos Fiuza y Vitor Yeung Casais e Silva.

 

Una-se à discussão!

HTML Restringido

  • Allowed HTML tags: <a href hreflang> <em> <strong> <cite> <blockquote cite> <code> <ul type> <ol start type> <li> <dl> <dt> <dd> <h2 id> <h3 id> <h4 id> <h5 id> <h6 id>
  • Lines and paragraphs break automatically.
  • Web page addresses and email addresses turn into links automatically.