Skip to main content
As promoções vão fortalecer áreas estratégicas do escritório/Divulgação
As promoções vão fortalecer áreas estratégicas do escritório/Divulgação

Souto Correa anuncia novos sócios de capital

Incorporações acontecem nas áreas de societário, contratos, reestruturação e insolvência e agribusiness.
por Redacción Lexlatin
publicado em20/01/2021

Para receber nossa newsletter diária inscreva-se aqui!

 

O escritório Souto Correa promoveu dois advogados ao quadro de sócios da capital: Raquel Stein e Fernando Pellenz, que integram as áreas de contratos, societário e agribusiness. As promoções vão fortalecer áreas estratégicas do escritório, com demandas que devem crescer em 2021. 

 

Com expertise na implementação de projetos internacionais, Raquel Stein ingressou no escritório em 2018, como coordenadora do Latin Desk. A advogada, que integra a área societária, também é especialista em contratos e em temas relativos à distribuição, franquia e representação comercial de empresas brasileiras no exterior, além de companhias estrangeiras no Brasil.

 

Sua experiência vai ajudar em demandas que envolvem relações internacionais, abrangendo transações de M&A, tanto no Brasil como em países da América Latina. "As relações intra-regionais estão se fortalecendo durante a pandemia. A Comunidade Andina (formada por Bolívia, Colômbia, Equador e Peru) chama especial atenção pela disposição em investir no país", destaca Raquel. 

 

Raquel também atua em questões de diversidade, sendo uma das fundadoras do Women in Law Mentoring Brazil (WLM), que fomenta o desenvolvimento profissional de advogadas. Também foi uma das fundadoras do Comitê de Diversidade do Souto Correa.

 

Fernando Pellenz, que atua a partir da sede do escritório em São Paulo e é coordenador da área de agribusiness, iniciou sua trajetória no escritório em 2014. Mestre em agronegócios pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), atua principalmente em litígios estratégicos e estruturação de operações de crédito privado para fomentar a cadeia do agronegócio, com temas envolvendo tradings companies, cooperativas agroindustriais e distribuidores de insumos. Também tem expertise em projetos de insolvência de cooperativas agrícolas e agroindústrias.

 

Para o novo sócio, a posição traz, ao mesmo tempo, oportunidades e responsabilidades, principalmente atuando em um setor tão importante para a economia brasileira. "Em 2020, o agro não parou um minuto, salvando o PIB brasileiro. E em 2021, a expectativa é que o faturamento do setor alcance R$ 1 trilhão", afirma Pellenz.

 

 

Para o advogado, o agronegócio nacional saiu fortalecido dos desafios encarados no último ano. A crescente digitalização no setor, agilizando a instrumentalização das operações de crédito e a entrada em vigor, ainda no primeiro trimestre do ano passado, da Lei do Agro (13.986/2020) é um exemplo. Segundo Pellenz, a legislação representou um importante avanço para o fortalecimento do financiamento privado das cadeias agroindustriais.

 

Para o CEO do Souto Correa Advogados, Carlos Souto, o ano de 2020 foi desafiador, mas trouxe várias lições relevantes. "Entre elas, destaco a importância das pessoas e da cultura. Foram pessoas certas, unidas por uma cultura vencedora, que permitiram que superássemos os desafios que se apresentaram e pudéssemos comemorar o crescimento de nosso escritório e a promoção da Raquel e do Fernando”, destaca o CEO.

 

Una-se à discussão!

HTML Restringido

  • Allowed HTML tags: <a href hreflang> <em> <strong> <cite> <blockquote cite> <code> <ul type> <ol start type> <li> <dl> <dt> <dd> <h2 id> <h3 id> <h4 id> <h5 id> <h6 id>
  • Lines and paragraphs break automatically.
  • Web page addresses and email addresses turn into links automatically.