Skip to main content
UBS señaló que la compañía conjunta tendrá acceso a los clientes corporativos de Banco do Brasil y a las capacidades globales de ejecución y distribución de UBS / Pixabay

UBS e Banco do Brasil unem forças em banco de investimento

Na joint venture, participação do UBS será de 50,01 % e BB-BI terá os restantes 49,99 %
por Ingrid Rojas
publicado em12/12/2019
Compartilhar

A instituição suíça de serviços financeiros UBS e o Banco do Brasil, através de sua subsidiária BB-Banco de Investimento (BB-BI), estabeleceram uma associação estratégica para atividades de investimento e corretagem de valores no segmento institucional no Brasil, Argentina, Chile, Paraguai, Peru e Uruguai. Os termos financeiros da negociação são mantidos sob sigilo.

Ambas as empresas firmaram um memorando de entendimento não-vinculante no dia 23 de setembro. O acordo foi divulgado no dia 6 de novembro. O Pinheiro Neto Advogados participou da operação representando o UBS. O Lefosse Advogados interveio pelo Banco do Brasil e BB-Banco de Investimento, com uma equipe das áreas de M&A, direito bancário, tributário e antitruste. A banca indicou que trabalhou em todas as etapas da transação. Além disso, o Banco do Brasil também recebeu assessoria financeira da Rothschild & Co.

“Esta foi uma transação de fusão 'pura', uma empresa conjunta incorporada entre dois grupos bancários líderes mundiais, UBS AG e Banco do Brasil. As partes têm intenção de desenvolver uma plataforma integral de banco de investimentos", indicou Pinheiro Neto.

Na joint venture, a participação do UBS será de 50,01% e do BB-BI, de 49,99%. Ambos aportarão ativos na empresa resultante, de acordo com fato relevante do Banco do Brasil. O documento indica que os negócios relacionados com a gestão de patrimônio e de ativos do UBS não fazem parte da associação.

Em um comunicado à imprensa, o UBS assinalou que a joint venture terá acesso aos clientes corporativos do Banco do Brasil e às capacidades globais de execução e distribuição do UBS. A conclusão da aliança depende do cumprimento de condições contratuais e da aprovação de órgãos reguladores e de outras autoridades competentes.

Fundado na Suíça em 1998, o UBS é resultado da fusão do Union Bank of Switzerland e a Swiss Bank Corporation. A companhia oferece serviços de banco de investimento e gestão de ativos.

O Banco do Brasil foi fundado em 1808, convertendo-se na primeira instituição financeira do país. Hoje conta com mais de 5.000 agências. Além disso, possui escritórios de representação no exterior.  


Assessores jurídicos

Assessores do UBS A.G.:

  • Pinheiro Neto Advogados: Sócios Bruno Balduccini, José Luiz Homem de Mello, Fernando Mirandez Del Nero Gomes, Leonardo Baptista Rodrigues Cruz, Flávio Veitzman e Cristianne Saccab Zarzur. Associados Matheus Campanhã Cruz, Carolina Rocha Lima, Carolina Destailleur G.B. Bueno e Vinicius Pimenta Seixas..

Assessores do Banco do Brasil S.A. e BB-Banco de Investimento S.A.:

  • Lefosse Advogados: Sócios Carlos Barbosa Mello, Renata Cardoso, Gustavo Lian Haddad, Gustavo Paes e José Carlos Berardo. Associados Jana Araújo, Douglas Ogata, Sara Abdu e Marcela Junqueira C. Pirola.

Una-se à discussão!

HTML Restringido

  • Allowed HTML tags: <a href hreflang> <em> <strong> <cite> <blockquote cite> <code> <ul type> <ol start type> <li> <dl> <dt> <dd> <h2 id> <h3 id> <h4 id> <h5 id> <h6 id>
  • Lines and paragraphs break automatically.
  • Web page addresses and email addresses turn into links automatically.