Skip to main content
SP
SP

Thiago Junqueira responde ao Questionário LexLatin

Advogado trabalha na área de seguros e proteção de dados do Chalfin, Goldberg & Vainboim Advogados.
por Luciano Teixeira
publicado em25/03/2020
Compartilhar
Tags

Brasil

Thiago Junqueira, que responde ao questionário LexLatin,  é o mais novo sócio do escritório brasileiro Chalfin, Goldberg & Vainboim Advogados. Ele vai trabalhar na área de seguros e proteção de dados.

O advogado é especialista em Direito Civil e a forte experiência em seguros e proteção de dados vão ajudar a empresa a continuar seus planos de crescimento. Thiago ocupou vários cargos de pesquisa e foi professor da Escola Nacional de Seguros (Instituto Brasileiro de Direito dos Seguros) e do Instituto Latino-americano de Direito Social.

Ele também foi pesquisador convidado no Instituto Max Plank, na Alemanha. O advogado é integrante do Instituto Brasileiro de Direito Civil e da Associação Internacional de Direito de Seguros ". 

Por quê você decidiu se tornar um advogado?

Embora eu venha de uma família com uma forte tradição de prática médica, sempre fui cativado pela lei. Desde muito jovem, livros e filmes da área sempre foram meu gênero favorito. Ir para a faculdade de Direito e depois fazer mestrado e doutorado em Direito foi um processo muito natural para mim. É difícil identificar exatamente o que me levou a me tornar um advogado. No entanto, posso dizer com toda a tranquilidade que a possibilidade de ajudar um número significativo de pessoas, de maneira técnica e humana, a evitar problemas evitáveis ​​é o que mais me motiva hoje como advogado e consultor jurídico.

Você poderia nos falar sobre uma meta de curto prazo?

Além da publicação de minha tese de doutorado, defendida recentemente na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UFRJ) - na qual examino os limites e a legitimidade do uso de dados pessoais do candidato na subscrição de seguros - eu diria que outro objetivo de curto prazo que gostaria de alcançar é replicar os resultados positivos que obtive no campo acadêmico, na minha prática jurídica.

Você poderia mencionar um mentor que o ajudou a alcançar seus objetivos profissionais ou um advogado que você admira?

Tenho muita sorte de poder contar com vários mentores no meu desenvolvimento acadêmico e profissional. Até hoje, procuro sempre ouvir a opinião e a experiência de pelo menos três pessoas em quem confio e admiro antes de tomar qualquer decisão em minha vida profissional. Bruno Miragem e eu, por exemplo, nos encontramos no Instituto Max Planck de Direito Comparado e Internacional Privado, em Hamburgo, em 2013, quando eu estava pesquisando meus estudos avançados em Direito.

Thiago Junqueira

Desde então, desenvolvemos um relacionamento pessoal e profissional próximo. Ele é um lembrete constante do nível de excelência que procuro alcançar. Bruno é reconhecido como um dos maiores especialistas em direito do Brasil e sinto-me honrado por ter recebido orientação dele em minha carreira.

Um filme ou livro que você gostaria de recomendar aos estudantes de Direito?

Existem muitos livros que todo estudante de Direito ou advogado aspirante deve ler. Entre os livros escritos por autores brasileiros, recomendo “Medida por Medida - O Direito em Shakespeare”, de José Roberto de Castro Neves. O livro, traduzido para o inglês em 2016 e publicado sob o título “Medida por medida: a lei em Shakespeare”, possui um ativo incomparável: os textos inigualáveis ​​de Shakespeare.

A partir deles, Castro Neves aborda aspectos legais e humanísticos do Direito, que tendem a ser vistos sob uma luz claramente menos favorável. Também é uma ótima maneira de lembrar aos estudantes de Direito de dois princípios fundamentais: clássicos, como os escritos por Shakespeare, são clássicos por uma razão; e que lê-los é fundamental para qualquer advogado aspirante.

Se você não fosse advogado, qual profissão você escolheria?

Como eu aprecio muito a música, provavelmente me tornaria um DJ. Quando eu era mais jovem, tive algumas experiências como disc jockey. A música brasileira, no entanto, e eu gostaria de acreditar, a defesa também, tem muita sorte de que, no final, eu escolhi um caminho diferente.

Una-se à discussão!

HTML Restringido

  • Allowed HTML tags: <a href hreflang> <em> <strong> <cite> <blockquote cite> <code> <ul type> <ol start type> <li> <dl> <dt> <dd> <h2 id> <h3 id> <h4 id> <h5 id> <h6 id>
  • Lines and paragraphs break automatically.
  • Web page addresses and email addresses turn into links automatically.