Skip to main content
García & Bodán abrió en Costa Rica su octava oficina en la región / Bigstock
García & Bodán abrió en Costa Rica su octava oficina en la región / Bigstock

García & Bodán chega a Costa Rica

Christian Díaz Barcia é o sócio diretor do escritório e líder regional da área de litígio e arbitragem
por Ana C. Blanco
publicado em24/05/2019
Compartilhar

A firma centro-americana García & Bodán inaugurou um escritório em San José da Costa Rica como amostra de “a necessidade imperante de completar sua presença em todos os países centro-americanos, desde a Guatemala até a Costa Rica”, tal como declarou a LexLatin. Christian Díaz Barcia é o sócio diretor do escritório e líder regional da área de litígio e arbitragem.

Os sócios José Pablo Masis Artavia, Edwin Bogantes Jiménez e Carlos Gómez Fonseca dirigirão as áreas trabalhista, de imóveis e tributária. Junto a eles estarão os associados sêniores Maurício Villalobos Barrientos e Hugo Levy Mairena, os associados Maria José Yglesias Ramos, Ricardo Nassar Güell e Esteban Gómez Fonseca; a advogada Emma Cousin Picado e o advogado externo Roberto Yglesias Mora.

Alguns clientes relevantes da firma são: Sociaco Logistics, CHEC, Dole, IT Convergies, Getinsa, Alquiler de Carros Tico, Las Cuatro Vías, Lázaro Feinzilber Sucesores, Arma Bloque, Inmobiliaria HRC, Desarrollos Inmobiliarios Alta Costa, Condominio Mar Vista, Bessac, Rodio-Swissboring, LALA, IBT Group LLC, Root Capital, Productos Diana, Kellogg’s, Cargill e Legrand.

A firma explicou qual é a importância que tem avaliado para insistir no mercado da Costa Rica:

“Junto com a Guatemala, é o país mais importante (economicamente falando) da região, onde o produto interno bruto supera, folgadamente, qualquer dos países da América Central (a exceção da Guatemala); é um destino de investimento estrangeiro por excelência e o é porque tem um sistema jurídico bastante estável, uma democracia duradoura, uma segurança para o investimento estrangeiro, entre outras cosas (…) Ao ser Costa Rica o país onde estão sediadas muitas empresas multinacionais e regionais que têm presença no resto dos países, nos encontramos diretamente com os principais executivos, o qual permite agilizar o trabalho e o serviço que podemos dar a nossos clientes”.

Acrescentou que as bondades oferecidas pelo campo legal na Costa Rica incluem “avanços tecnológicos próprios de uma sociedade mais moderna”. Isto converte o país num setor legalmente muito ágil e concorrente, sublinhou.

Prova disso é o que se espera de imediato e ao longo prazo no país. “O comportamento do mercado legal costarriquense na segunda metade deste ano será muito dinâmico, sobre tudo em relação com a entrada em vigência das novas regulações em matérias de impostos e com o investimento em infraestrutura que se verá no país”, afirmou García & Bodán, sublinhando que espera estar à altura destes movimentos.

“A indústria da infraestrutura tem grandes desafios para os anos vindouros e queremos formar parte desse desenvolvimento no país. Por outro lado, com a reforma fiscal que entra a reger neste ano, nossa equipe de impostos está preparada para dar a melhor assessoria nesse campo às empresas com presença na Costa Rica. A indústria imobiliária também está em constante crescimento e se vive atualmente um ressurgimento dos bens imóveis nas costas do pacífico do país”, enumerou a firma entre seus projetos.

O escritório também comentou suas projeções a médio prazo, quando espera abrir novas áreas de prática no escritório costarriquense “pois o avanço e as novas tendências sempre te obrigam explorar e utilizar novas áreas do direito e obviamente nós estaremos sempre à vanguarda”. Isto também incluiria, disse, novas incorporações “à medida em que o escritório for crescendo”.

Os sócios do novo escritório

Christian Díaz Barcia tem vinte anos de experiência nas áreas corporativa e transacional, imobiliário, de litígios e resolução alterna em conflitos (arbitragem e mediação), construção e infraestrutura.

Em sua trajetória, tem sido mediador em mais de 200 mediações tanto em Centros de RAC autorizados na Direção Nacional de Resolução Alterna de Conflitos (DINARAC) do Ministério da Justiça e Paz, consultor externo de um dos investidores na arbitragem de investimento contra a República da Costa Rica; e assessor da República da Costa Rica no processo de mediação com a empresa brasileira OAS.

Desempenhou-se como Secretário Técnico Arbitral do Centro de Resolução de Conflitos da Ordem Federada de Engenheiros e de Arquitetos da Costa Rica. Também tem atuado como mediador e árbitro em diferentes Câmaras e pertenceu a Latin Alliance Abogados.

Formou-se em Direito na Escola Livre de Direito. Tem um mestrado em Direito Corporativo da Universidade para a Cooperação Internacional e uma Pós-graduação em Arbitragem Internacional Comercial, em Queen Mary London University.

José Pablo Masis soma mais de duas décadas de trajetória em direito corporativo, trabalhista, de concorrência, bens imóveis, compras e contratações estatais. Tem brindado assessoria administrativa e litígio em comercial, constitucional, agrário, IT, localização de direitos indivisos, e compra-venda de estabelecimentos comerciais, entre outras.

Edwin Bogantes Jiménez é especialista com vinte anos de experiência em direito corporativo e transacional, migratório, propriedade intelectual e imóveis. Tem assessorado empresas de alto perfil na Costa Rica e participou na estruturação de financiamentos no desenvolvimento de projetos imobiliários no país. Foi sócio fundador da firma Corporativa Legal.

Carlos Gómez Fonseca tem focado sua prática profissional em direito financeiro e tributário. Tem ampla experiência em litígios administrativos e judiciais, estruturações fiscais nacionais e internacionais, fiscalizações, estruturações de processos de fusões e aquisições. Foi membro fundador da Comissão de Advogados Jovens da Ordem dos Advogados e Advogadas da Costa Rica.

Una-se à discussão!

HTML Restringido

  • Allowed HTML tags: <a href hreflang> <em> <strong> <cite> <blockquote cite> <code> <ul type> <ol start type> <li> <dl> <dt> <dd> <h2 id> <h3 id> <h4 id> <h5 id> <h6 id>
  • Lines and paragraphs break automatically.
  • Web page addresses and email addresses turn into links automatically.