Skip to main content
Os dois advogados têm experiência com o tema junto a grandes multinacionais antes mesmo da edição da LGPD
Os dois advogados têm experiência com o tema junto a grandes multinacionais antes mesmo da edição da LGPD

Mercado brasileiro ganha boutique focada em direito digital e proteção de dados

Prado Vidigal vai atuar na área de tecnologia a partir de São Paulo
por Redacción Lexlatin
publicado em27/10/2020
Compartilhar

Para receber nossa newsletter diária, inscreva-se aqui

O bom momento do setor de tecnologia e as novas regulamentações que passaram a valer, como a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) aquecem o mercado nacional com novas firmas e incorporações.

Em São Paulo, Luis Fernando Prado e Paulo Vidigal abriram a boutique Prado Vidigal, focada exclusivamente em direito digital, privacidade e proteção de dados

O escritório vai trabalhar com estruturação e manutenção de programas de privacidade em empresas de diferentes portes e setores, de acordo com LGPD e GDPR, revisão de trabalhos de adequação à LGPD, consultoria jurídica para DPOs (Data Protection Officer) ou responsáveis internos pela governança em privacidade e proteção de dados, além de avaliação de riscos jurídicos em novos negócios, apoio à realização das rotinas de privacidade e proteção de dados e opiniões legais sobre direito e tecnologia

Os dois advogados têm experiência com o tema junto a grandes multinacionais antes mesmo da edição da LGPD e estiveram à frente de vários trabalhos de implementação de programas de privacidade em empresas de diferentes portes e setores. 

“Estamos muito felizes e animados com a receptividade dos profissionais de privacidade em relação à criação do Prado Vidigal. A realidade das demandas envolvendo nossas áreas de atuação exige consultorias jurídicas modernas, engajadas e próximas aos clientes, sendo os nossos grandes diferenciais a imensurável paixão pelo tema e a consequente obsessão pela entrega de um trabalho de qualidade, que alie visão de negócio à criatividade para mitigação de riscos jurídicos”, afirma Luis Prado.

Para Paulo Vidigal, em matéria de direito digital, privacidade e proteção de dados a tendência é a prevalência de escritórios realmente especializados, que garantam atendimento verdadeiramente personalizado e artesanal. “Se olharmos para Europa, onde a nossa área é uma realidade mais antiga, percebemos que, passado o boom dos trabalhos de mapeamento e revisão em massa de processos para adequação à legislação de proteção de dados, sobra lugar para aqueles profissionais que carregam essa experiência volumosa, mas que se dedicam a prestar um serviço altamente customizado e de qualidade”, explica o advogado.

Una-se à discussão!

HTML Restringido

  • Allowed HTML tags: <a href hreflang> <em> <strong> <cite> <blockquote cite> <code> <ul type> <ol start type> <li> <dl> <dt> <dd> <h2 id> <h3 id> <h4 id> <h5 id> <h6 id>
  • Lines and paragraphs break automatically.
  • Web page addresses and email addresses turn into links automatically.