Skip to main content
A Prumo Participações e Investimentos (PrumoPar) emitiu obrigações nos mercados local e internacional

PrumoPar encerra dívidas com recursos captados em bolsas de valores

Empresa faz emissão nos mercados locais e internacional no valor de 620 milhões de dólares
por Ingrid Rojas
publicado em28/11/2019

A Prumo Participações e Investimentos (PrumoPar), que é parte da companhia brasileira Prumo Logística (Prumo), emitiu obrigações nos mercados local e internacional no valor total de 620 milhões de dólares. A transação se distribui da seguinte forma:

º Obrigações simples correspondentes à primeira edição -colocadas no dia 8 de outubro no mercado brasileiro- no valor de 270 milhões de dólares (1,14 bilhão de reais no dia 29 de novembro), com vencimento em janeiro de 2020.

º Notas garantidas no valor de 350 milhões de dólares, com cupom de 7,5 % e vencimento em 2031.

Em ambas as operações, a emissora e a Prumo receberam apoio do Veirano Advogados, assessores internos e do Milbank, Tweed, Hadley & McCloy - Estados Unidos, mas este último escritório preferiu não emitir comentários.

O Clifford Chance  (Estados Unidos e Brasil), em temas tributários, no Ato de Segurança de Renda de Trabalhadores Aposentados (ERISA, na sigla em inglês) e assuntos regulatórios, e o Demarest Advogados (São Paulo), em assuntos de infraestrutura e mercados de capitais, aconselharam o Goldman Sachs, como coordenador e bookrunner. O Demarest detalhou que trabalhou na estruturação, negociação e implementação do financiamento.

O Citibank, que atuou como fideicomisso, recebeu apoio do Hinckley, Allen & Snyder, mas o escritório não respondeu aos pedidos de informação do LexLatin até o fechamento desta edição.

O Demarest pontuou que os fundos obtidos com a emissão de obrigações no mercado local serão utilizados pela PrumoPar para pagar dívidas contraídas com a Brookfield e outros credores. Os recursos captados com a emissão internacional serão destinados a pagar adiantado as obrigações emitidas no Brasil e para refinanciar uma dívida relacionada com seu investimento na Ferreport, empresa conjunta com a Anglo American, indicou o Clifford Chance.

Segundo informação divulgada no Diário Oficial do Estado do Rio de Janeiro, a emissão local está garantida por uma disposição fiduciária e usufruto condicional de ações da Ferroport, designação fiduciária de empréstimos intercompanhias, disposição fiduciária de contas e direitos de crédito, entre outros.

A Moody's atribuiu qualificação “Ba2” aos bônus sênior da PrumoPar com perspectiva estável, ao mesmo tempo em que receberam da Fitch a qualificação “BB”, também com perspectiva estável.

Em conjunto com a Anglo American Investimentos - Minério de Ferro, a PrumoPar tem uma participação na joint venture Ferroport Logística Comercial Exportadora, proprietária e operadora, desde 2014, do terminal de exportação de minério de ferro localizado no Porto do Açu.


Assessores jurídicos

Assessores da Prumo Participações e Investimentos S.A. e Prumo Logística S.A.:

  • Advogados in-house: Eduardo Quartarone e Maria Clara Pires.
  • Veirano Advogados (Rio de Janeiro e São Paulo): Sócios Marcelo Mattos, Guilherme Sampaio Monteiro e Daniela Pellegrino Anversa. Associados Raquel Timponi, Pedro Salgueiro Figueiredo e João Francisco Brandão Junior. 

Assessores do Goldman Sachs:

  • Clifford Chance - Estados Unidos (Nova York): Sócios Gianluca Bacchiocchi, Jonathan Zonis, Clifford Cone e Avrohom Gelber. Conselheiro Paul Koppel. Associados Soyeon Kim, Allison Kelly e Thomas Koh. Estagiária Sophie Scholl.
  • Clifford Chance - Brasil (São Paulo): Associado sênior Jeffrey Susskind. Associado Shane Meckler.
  • Demarest Advogados (São Paulo): Sócia Paloma Lima. Associada sênior Letícia Galdino Wanderley. Associado Caio Secchi Gaio. Advogados Pedro Pio Borges, Patricia Mattos e Bruno Marcelo Woicik.

Una-se à discussão!

HTML Restringido

  • Allowed HTML tags: <a href hreflang> <em> <strong> <cite> <blockquote cite> <code> <ul type> <ol start type> <li> <dl> <dt> <dd> <h2 id> <h3 id> <h4 id> <h5 id> <h6 id>
  • Lines and paragraphs break automatically.
  • Web page addresses and email addresses turn into links automatically.