Skip to main content
A BRF comercializa seus produtos por meio das marcas Sadia, Perdigão e Qualy/BRF
A BRF comercializa seus produtos por meio das marcas Sadia, Perdigão e Qualy/BRF

Vert Companhia Securitizadora emite certificados de agronegócio por 425,7 milhões de dólares

Operação foi considerada uma das maiores do setor.
por Ingrid Rojas
publicado em06/08/2020
Compartilhar
Tags

Brasil

A Vert Companhia Securitizadora realizou a 46ª edição dos Certificados Recebíveis do Agronegócio (CRA) por US$ 415,7 milhões de dólares (R$ 2,2 bilhões em 6 de agosto), em duas séries:

° A primeira série com juros IPCA mais 5,30% e vencimento em 15 de julho de 2027.

° A segunda série com juros IPCA mais 5,60% e vencimento em 15 de julho de 2030.

Os títulos são lastreados em direitos creditórios do agronegócio devidos pelo conglomerado brasileiro de alimentos BRF e representados por obrigações da segunda emissão dessa companhia.

Na operação, o escritório Mattos Filho, Veiga Filho, Marrey Jr. e Quiroga Advogados representou a BRF na oferta pública realizada em 14 de julho.

Pinheiro Neto Advogados assessorou o Banco BTG Pactual, como coordenador líder, e o Banco Bradesco BBI, Banco Votorantim, Banco Itaú BBA, Banco Safra, BB-Banco de Investimento e XP Investimentos Corretora de Câmbio, Titulos e Valores Mobiliários, como coordenadores. A firma trabalhou na preparação e revisão dos documentos da transação, como a escritura de obrigações, o contrato de distribuição e os termos de titularização e venda.

Com os recursos obtidos, a Vert pagará as obrigações, enquanto a BRF os alocará para o agronegócio.

Tiago Lessa, sócio de Pinheiro Neto, destacou que este acordo é um marco no mercado de securitização do agronegócio brasileiro, pois é a maior emissão de CRA da história do Brasil. Ele disse que a estruturação da operação foi muito desafiadora, uma vez que foi realizada em um prazo muito limitado, também marcado pela pandemia da Covid-19.

Rafael Gaspar, associado sênior, afirmou que nos regulamentos aplicáveis a BRF teve que demonstrar que tem plena capacidade para direcionar toda a receita proveniente da oferta para sua produção rural.

Ambas as séries de CRA receberam uma classificação “AA + (exp) sf (bra”), com perspectiva estável, da Fitch Ratings, de acordo com um relatório de 16 de julho.

A BRF produz proteínas animais que comercializa por meio das marcas Sadia, Perdigão e Qualy, entre outras, em mais de 140 países ao redor do mundo. Possui 35 unidades de produção e 20 centros de distribuição e está presente não apenas no Brasil, mas também em outros países das Américas, Ásia, Oriente Médio e África.


Assessores jurídicos

Assessores da BRF S.A.:

  • Mattos Filho, Veiga Filho, Marrey Jr. e Quiroga Advogados: sócio Bruno Mastriani Simões Tuca. Associada Juliana Roshi Muto Soares.

Assessores do Banco BTG Pactual S.A., Banco Bradesco BBI S.A., Banco Votorantim S.A., Banco Itaú BBA S.A., Banco Safra S.A., BB-Banco de Investimento S.A. y XP Investimentos Corretora de Câmbio, Títulos e Valores Mobiliários S.A.:

  • Pinheiro Neto Advogados: sócio Tiago Araujo Dias Themudo Lessa. Associado sênior Rafael José Lópes Gaspar. Associada Thaís Helena Valente Texeira Lima. Assistentes legais Alice T. C. R. da Silva e Luiz Felipe V. R. Gomes. 

Una-se à discussão!

HTML Restringido

  • Allowed HTML tags: <a href hreflang> <em> <strong> <cite> <blockquote cite> <code> <ul type> <ol start type> <li> <dl> <dt> <dd> <h2 id> <h3 id> <h4 id> <h5 id> <h6 id>
  • Lines and paragraphs break automatically.
  • Web page addresses and email addresses turn into links automatically.