Skip to main content

2020 pode ser o novo “1968”?: Reflexões sobre o mundo pós-pandemia

por Gustavo Justino de Oliveira*
publicado em15/06/2020

Ainda é cedo para sustentar que 2020 poderá vir a ser o novo “1968” da humanidade. Mas que temos eventos disruptivos e razões suficientes para acreditar que o mundo está em via de sofrer transformações profundas e reemergir com novíssimas configurações e gramáticas "sóciopolíticoeconômicoculturais", parece ser uma constatação bastante plausível e verossímil.