Acordo

O acordo foi assinado pelo presidente do TSE, ministro Alexandre de Moraes, e pelo corregedor nacional de Justiça, ministro Luis Felipe Salomão/Agência Brasil
Acordo prevê ações conjuntas para garantir a segurança do eleitor.