Skip to main content
Ecija se expande na América Latina com a contratação de dois novos sócios
Ecija se expande na América Latina com a contratação de dois novos sócios

ECIJA incorpora dois novos sócios no Brasil e na Costa Rica

Escritório contrata Renata Cunha no Rio de Janeiro e promove Daniel Valverde em San José.
por Ingrid Rojas
publicado em13/10/2020

Para receber nossa newsletter diária, inscreva-se aqui!

A firma espanhola ECIJA Advogados se expande na América Latina com a contratação de Renata Cunha como sócia no Brasil e a promoção de Daniel Valverde como sócio na Costa Rica.

Renata Cunha

Renata Cunha tem 20 anos de experiência na carreira jurídica, mais da metade desse tempo dedicado à área tributária em seguros e telecomunicações. Dada a grande demanda que o escritório está registrando atualmente em decorrência da pandemia da Covid-19, a advogada se concentrará na área de litígios fiscais. Ela também oferecerá consultoria em projetos de reorganização de negócios, capitalização, dívidas, fusões e aquisições e processos de due diligence.

Suas funções incluem a representação da ECIJA perante as câmaras de comércio, serviços consulares, órgãos judiciais, legislativos e executivos, associações de setores econômicos e imprensa especializada. Representantes do escritório disseram que a contratação da advogada responde ao objetivo de oferecer um portfólio de serviços full service.

“Na CTA ECIJA buscamos agilizar o atendimento e oferecer soluções personalizadas ante às complexidades que as empresas estão passando”, disse o novo sócio, segundo comunicado da empresa.

Cunha passa a integrar a equipe que se formou em meados deste ano após a integração do escritório espanhol ECIJA e do CTA brasileiro (Catao e Tocantins Advogados).

Promoção em San José

Daniel Valverde

Em agosto, Daniel Valverde foi promovido a sócio da ECIJA em San José, Costa Rica, na prática trabalhista e de direitos humanos. Ele é o 127º sócio da empresa em escala global e ingressou na firma no início de 2018 como diretor de direito do trabalho e direitos humanos.

“Ele ajudou a converter a prática trabalhista em uma das que mais crescem na Costa Rica, com a aplicação dos principais instrumentos internacionais de direitos humanos à prática corporativa”, comentou a ECIJA.

Paralelamente e desde maio deste ano, Valverde atua como diretor de diversidade (Chief Diversity Officer  -CDO) da firma. Sua função é “cultivar um ambiente de trabalho que incentive e respeite a diversidade e a inclusão e o cumprimento dos padrões de não discriminação, bem como assegurar que uma força de trabalho diversificada seja contratada".

“Daniel assume sua nova função como resultado de um trabalho impecável direcionando duas áreas de atuação estratégica para o escritório, que têm crescido em número de clientes, em faturamento e na complexidade dos assuntos que atendemos. É também um embaixador dos nossos princípios como firma, especialmente do nosso compromisso com a diversidade e inclusão ”, afirmou Mauricio Paris, gerente regional da ECIJA para a América Latina.

A firma chegou à Costa Rica em 2018 após a incorporação da Expertis, o que lhe deu presença em nove países da América Central e do Caribe.

Mais de Renata Cunha

Renata assessorou empresas dos setores de telecomunicações, energia e tecnologia, tanto em escritórios como em empresas.

Ela foi advogada da Bradesco Seguros (1999-2005), da Euds Advogados (2005-2008) e Kohler & Mourão Advogados (2008-2016) e advogada tributária da Vinhas e Redenschi Advogados (2016-2020).

Ela é formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2003), com mestrado em direito tributário (2017) e doutorado em andamento na mesma área, ambos pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Renata integra a Comissão de Assuntos Tributários da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).
 

Mais de Daniel Valverde

Com mais de 10 anos de experiência, é especialista em práticas trabalhistas, de direitos humanos e  resolução alternativa de conflitos.

Ele trabalhou como advogado e assistente jurídico na BDS Asesores (2012-2018). Em 2015 fez um estágio na Comissão Interamericana de Direitos Humanos na Organização dos Estados Americanos (OEA) e foi assistente jurídico na Arias & Muñoz (2011).

Formou-se em Direito pela Universidade da Costa Rica (2014) e fez mestrado em Direito Internacional e Direitos Humanos pela Universidade para a Paz das Nações Unidas (UPEACE) em 2017.

Una-se à discussão!

HTML Restringido

  • Allowed HTML tags: <a href hreflang> <em> <strong> <cite> <blockquote cite> <code> <ul type> <ol start type> <li> <dl> <dt> <dd> <h2 id> <h3 id> <h4 id> <h5 id> <h6 id>
  • Lines and paragraphs break automatically.
  • Web page addresses and email addresses turn into links automatically.