Skip to main content
Roberto Quiroga foi sócio-diretor do escritório entre os anos de 2009 e 2015/Mattos Filho
Roberto Quiroga foi sócio-diretor do escritório entre os anos de 2009 e 2015/Mattos Filho

Mattos Filho anuncia Roberto Quiroga como novo sócio-diretor

Advogado assume a função de forma interina depois da morte de José Eduardo Carneiro Queiroz.
por Luciano Teixeira
publicado em01/07/2020
Compartilhar
Tags

Brasil

O escritório Mattos Filho anunciou nesta quarta-feira (1) que Roberto Quiroga assumirá a função interina de sócio-diretor da firma. Ele assume o cargo depois da morte de José Eduardo Carneiro Queiroz, que faleceu na última segunda-feira (29) em Itu, no interior de São Paulo.

Roberto Quiroga foi sócio-diretor do escritório entre os anos de 2009 e 2015 e assume novamente o cargo por tempo indeterminado, até que seja escolhido o novo sócio-diretor. 

Ele atua na área de tributos diretos e indiretos, tributação de operações/transações internacionais, aquisições e reestruturações societárias e mercado de capitais, assessorando clientes nacionais e internacionais. O advogado também é professor de Direito Tributário da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP) e do mestrado profissional da Escola de Direito da Fundação Getulio Vargas (FGV).

O novo sócio-diretor é bacharel em Direito pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, mestre em Direito Tributário pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e Doutor em Direito Tributário também pela PUC-SP.

Roberto Quiroga foi o responsável pela entrada de José Eduardo Carneiro Queiroz no Mattos Filho. Ele contratou o então jovem advogado como estagiário nos anos 1990 e foi mentor de José Eduardo, que chegou ao topo da carreira num dos maiores escritórios do Brasil e da América Latina.

José Eduardo Carneiro Queiroz tinha 49 anos e faleceu de motivo não revelado. Ele deixa esposa e três filhos.

O advogado era especialista em companhias abertas, bancos e fundos de investimento, com forte atuação também em operações de fusões e aquisições e de mercado de capitais. Além de atuar em transações financeiras, trabalhou com regulação bancária de mercado de capitais e representou clientes em processos administrativos nessas áreas junto ao Banco Central do Brasil (Bacen) e Comissão de Valores Mobiliários (CVM). 

Formado em Direito pela Universidade de São Paulo (USP), em Administração de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e especialização em Economia e Ciência Política pela Universidade de Georgetown (EUA)​​, ele estava na firma desde 1995, quando ingressou como estagiário no Mattos Filho.

Segundo amigos e colegas de trabalho, ele sempre se destacou pelo interesse nos mais diversos temas relacionados ao escritório. Construiu uma sólida carreira, tornando-se sócio em 2001 e tendo sido eleito sócio-diretor em 2015 – ele estava atualmente em seu segundo mandato.

“Se hoje o escritório é reconhecido como um dos mais respeitados da América Latina, muito se deve à gestão humanizada conduzida pelo José Eduardo, inclusive com relação às discussões de causas de alto impacto social no meio jurídico”, afirma o escritório em nota.

“Sua morte precoce entristece a todos com os quais interagiu. Ao longo dessas mais de duas décadas de dedicação ao escritório, ele construiu laços fortes com todos, por seu profissionalismo e por sua atuação focada em inovação, ética e colaboração”, diz o comunicado do Mattos Filho. 

Ao longo de sua carreira, José Eduardo Carneiro Queiroz esteve presente nos principais rankings globais como um dos melhores advogados do mundo. 

Una-se à discussão!

HTML Restringido

  • Allowed HTML tags: <a href hreflang> <em> <strong> <cite> <blockquote cite> <code> <ul type> <ol start type> <li> <dl> <dt> <dd> <h2 id> <h3 id> <h4 id> <h5 id> <h6 id>
  • Lines and paragraphs break automatically.
  • Web page addresses and email addresses turn into links automatically.